A libertação

Eu tenho chorado todos os dias por amor. Não pelo amor, mas sim pela falta dele. A falta que ele faz é muito grande, as pessoas amam só quem ás convém e nem sempre isso é válido. Elas tem que tentar, se descobrir, amar, até que amar não seja mais uma das opções. Eu seguro minhas lágrimas como se chorar fosse morrer, mas morrer seria minha libertação. E com tudo isso eu aprendo, que cada dia amarei mais, e sofrerei mais, superarei mais e assim morrerei aos poucos. A cada luz, a escuridão será menor, e a cada escuridão, a luz será o destino. Todo mal tem um bem, e todo bem tem um ensinamento. Basta você absorve-lo ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s